Está aqui

Comentários efectuados por Norberto Sousa

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Votar Projeto Visão Inclusiva - Madeira" à 1 ano 3 meses atrás

    Olá Céu,

    Obrigado pelo alerta. Já tem fonte

    Cumprimentos,
    NSousa.

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Oferta cultural acessível a pessoas com deficiência visual no mês de junho" à 1 ano 3 meses atrás

    Informação complementar:
    2 de Junho - 10h - Exposição “Loulé e Territórios” - Museu Nacional de Arqueologia - Lisboa
    Visita guiada com audiodescrição em comunhão com o serviço educativo.
    Esta visita, para além do recurso de audiodescrição tem obras passíveis de ser em tacteadas.
    Marcações com Maria José Albuquerque pelo telefone 213620000 ou email malbuquerque@mnarqueologia.dgpc.pt 
    Morada: Praça do Império, 1400 - 206 LISBOA
    Transportes:
    - Autocarros: 714, 727, 728, 751,729
    - Autocarros da linha de Sintra: 113, 149
    - Elétrico: 15
    - Comboio: Linha de Cascais - Estação de Belém
    • Barco: Cais de Belém
    10 de Junho às 16h (com reconhecimento de palco às 15h) - Espectáculo de Teatro “Montanha Russa” - 10 de Junho - TNSJ - Porto
    17 de Junho às 16h (reconhecimento de palco às 15h) - Espectáculo de teatro “Lulu” - 17 de Junho às 16h (reconhecimento de palco às 15h) - TECA - Porto
    18 de Junho - às 15h30m - Exposiçao “Pós-Pop. Fora do Lugar Comum” - Uma exposição do British Council na Gulbenkian  - Lisboa
    e
    24 de Junho - às 11h - Exposiçao “Pós-Pop. Fora do Lugar Comum” - Uma exposição do British Council na Gulbenkian - Lisboa
    Local: Galeria Principal da Fundação Calouste Gulbenkian (Avenida de Berna, Lisboa)
    Visita guiada com audiodescrição em comunhão com o serviço educativo. Esta exposição conta com audiodescrição de algumas peças e com algumas obras passíveis de serem tacteadas.
    Metro: São Sebastião (linha azul e vermelha) ou Praça de Espanha (linha azul)
    Duração: 1h de visita guiada com audiodescrição 
    Entrada gratuita com marcação prévia para o email isabel.lopes@pt.britishcouncil.org

    Fonte:
    Mailling Ar Produções

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Eletroportáteis para o auxílio de deficientes visuais na cozinha" à 1 ano 6 meses atrás

    Olá Heloisa,

    O design para as pessoas com deficiência visual não deve ou não necessita de grandes alterações. Por exemplo, no caso dos robots de cozinha, por exemplo a BimbyTM31, com a simples marcação em braille dos níveis de velocidade 1, 3, 5, 7, 9, já fica minimamente funcional. Contudo, temos que ter em conta que nem todas as pessoas cegas sabem Braille, mas um pequeno relevo seria suficiente para identificar essas velocidades e não afectaria a estética do produto. No caso deste modelo, que tem balança integrada, a sua utilização é impossível pelo que seria necessário ter voz e mais atenção ao contraste do visor. O modelo mais recente é táctil e, não tendo sintese de fala, não é possível utilizá-la, mas com as possibilidades de conectar os produtos aos Smartphones isso não seria difícil de solucionar, houvesse vontade!
    Faça a pesquisa aqui no portal por "Dificuldades na cozinha" há algumas coisas mais antigas que poderão ajudar.

    Boa sorte.

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Sites que funcionam como áudio livros" à 1 ano 8 meses atrás

    Olá Maria Fernanda,

    Esse recurso destina-se a pessoas com dificuldades de leitura e não propriamente a pessoas com deficiência visual, pois estas têm o leitor de ecrã. Para além disso esse recurso de áudio por norma só tem uma velocidade e o utilizador de leitor de ecrã certamente prefere ler o artigo à velocidade e com a voz predefinida do seu sintetizador.
    Já encontrei vários Sites com esse recurso, salvo erro o da RTP tinha essa opção.

    Cumprimentos,
    NSousa

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Apressar a saída" à 2 anos 2 meses atrás

    Existe algum botão ou tecla mais rápida do que essa?

    Até breve,
    NSousa

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Como saber se um ovo esta bom" à 2 anos 5 meses atrás

    ai, ai, ai.
    Dessa maneira vou deitar todos os ovos bons ao lixo!
    O procedimento é ao contrário!
    Até breve,
    NS

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Quem somos, o que somos, porque somos" à 3 anos 2 meses atrás

    Olá E.M.A,

    Como não sermos céticos se a vida nos mostra a todo o momento que somos simplesmente uma estrela que surge e se apaga quando ela quer, por vezes até sem ter tido tempo para brilhar?
    Hoje não poderia deixar de fazer a minha homenagem a uma dessas estrelas, mas faço-o apenas recuperando aqui um vídeo que penso já publiquei neste portal e que demonstra bem porque devemos ser humildes…
    https://www.youtube.com/watch?v=sYGVPdGH74o

    Continue a escrever pois este Portal, que é a galáxia, agradece a todas as estrelas que lhe dão vida…

    Cumprimentos,
    NSousa

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Adaptação de embalagens a pessoas com deficiência visual" à 5 anos 8 meses atrás

    Olá,

    Jéssica, já respondi em privado. Relembro que os utilizadores registados têm a possibilidade de contactar entre si por mail.

    O meu comentário em resposta à Fernanda realmente parece os provérbios da antiguidade... continua a aplicar-se! Vale a pena lê-lo antes de partir para a implementação de um projeto.
    Contudo, Nos últimos anos têm surgido vários produtos, estudos e ideias de desenvolvimento que, juntamente com a evolução das tecnologias, faz com que cada vez mais seja necessário fazer uma investigação e pesquisa exaustiva para tentar desenvolver soluções cada vez melhores e mais abrangentes e inclusivas. Fico feliz por ver tanto interesse em desenvolver produtos para a deficiência visual, mas ao mesmo tempo muito desapontado com a quantidade de soluções tão descabidas e sem qualquer aplicação prática.
    Aproveito para relembrar alguns comentários que fiz a alguns projetos menos conseguidos, como também algumas soluções simples mas eficazes.
    Cabide Visão, comentário:
    http://www.lerparaver.com/lpv/cabide-visao-mais-autonomia-pessoas-defici...

    Código cores daltónicos, simples e prático:
    http://www.lerparaver.com/noticias/codigo-ajuda-daltonicos-decifrar-cores

    Dispositivo de localização, gostei muito:
    http://www.lerparaver.com/noticias/aplicativo-arianna-ajuda-deficientes-...

    Braille nas etiquetas da roupa, infelizmente ainda não vi nenhuma marca colocar no mercado:
    http://www.lerparaver.com/lpv/dar-cor-ao-mundo-cegos

    Reconhecimento de cor:
    http://www.lerparaver.com/lpv/aparelho-promete-mudar-vida-deficientes-vi...

    E há muito mais publicado no portal e por aí...

    Cumprimentos acessíveis,
    NSousa

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Acessibilidade vê partir o grande Mestre Marco António de Queiroz" à 6 anos 2 meses atrás

    MAQ foi o criador do site Bengala Legal (Bengala Legal/Divulgação)
    Morreu na manhã desta terça-feira (2) Marco Antônio de Queiroz, um dos maiores nomes da acessibilidade web no Brasil. MAQ, como era conhecido, tinha 56 anos e morava no Rio de Janeiro. Criador do site Bengala Legal, MAQ se destacou com o trabalho dedicado à acessibilidade para cegos e deficientes visuais na rede.

    O Bengala Legal foi criado em 2000 e logo tornou-se referência no segmento no país. MAQ, que trabalhou no Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) começou a ministrar cursos para pessoas cegas e com deficiência visual. O site roda em diversos tamanhos de tela e também é compatível com programas voltados para cegos (que convertem o conteúdo da página em áudio).

    O trabalho de MAQ rendeu o primeiro lugar no Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web - Todos@web do ano de 2012 (primeira edição). No ano passado, Queiroz participou de um bate-papo do Portal EBC a respeito do assunto. Confira a entrevista logo abaixo

    Nota NS: ver o vídeo na fonte indicada abaixo.

    Por meio de redes sociais, nomes ligados à acessibilidade no Brasil lamentaram a morte de MAQ

    Integrantes do W3C Brasil relembraram a trajetória e destacou a importância de MAQ: “o time do W3C Brasil gostaria de lembrar o quão importante MAQ foi para a acessibilidade na web expressa seus profundos sentimentos e pêsames pela perda do grande mestre da acessibilidade. Seu legado faz parte da missão do W3C: Lutar por uma web para todos”, publicaram por meio do site da organização.

    A deputada federal Mara Gabrilli, que é cadeirante, também se manifestou a respeito do falecimento. “Dedico meu carinho e de toda a minha equipe aos seus familiares e, como nós, admiradores de seu trabalho e visão de vida. A inclusão perdeu um grande parceiro, mas ainda conta com seu grandioso legadou a parlamentar no Facebook.

    Fonte:
    http://www.ebc.com.br/tecnologia/2013/07/morre-marco-antonio-de-queiroz-...

  • Norberto Sousa comentou a entrada "Acessibilidade vê partir o grande Mestre Marco António de Queiroz" à 6 anos 2 meses atrás

    Mais do que uma perda para a acessibilidade, perdemos a possibilidade de continuar a usufruir da alegria e da partilha dos ensinamentos humildes mas sábios de alguém que conseguiu aceitar, enfrentar e ultrapassar todas as adversidades físicas sempre com um sorriso nos lábios, como também de retirar das dificuldades a parte positiva.
    Deixo aqui o Link para um texto do MAQ que já tinha partilhado no Portal e que, mais do que nunca, vale a pena ler para percebermos o quanto ainda temos que aprender para termos uma pequena parte da sabedoria deste humilde guerreiro que agora deixa esta sociedade egoísta e para quem cada ser humano é apenas mais um número...
    http://www.lerparaver.com/lpv/ler-refletir-interiorizar-mudar

    O título do livro que escreveu:
    Sopro no Corpo – Vive-se de Sonhos. Marco Antonio de Queiroz. 192 páginas – 14x21 – ISBN 85-7656-050-X

    Deixo ainda o endereço do seu Site sobre acessibilidade e com vários artigos e outras recomendações:
    www.bengalalegal.com

    E envio, para onde quer que ele vá, um abraço acessível do tamanho do atlântico que nos separava,
    NSousa

Páginas



1 a 10 de 72