Está aqui

Apresentação do projecto ComAcesso

por Lerparaver

O projecto ComAcesso, com o lema: “Comunicação acessível para todos, com diferenças pela igualdade”, foi apresentado publicamente no passado sábado, dia 30, durante o IV Seminário - "Exclusão Digital na Sociedade de Informação" (SEMIME Lisboa).

Este projecto apresenta-se como um espaço on-line onde se pretende, fundamentalmente, sensibilizar para a acessibilidade da Web. O logótipo simboliza os três níveis de prioridade do W3C, que representa só por si o objectivo do projecto – “pró-mover” o público para a importância da acessibilidade na Web.

No entanto outros objectivos se aduzem: disponibilizar informação sobre ferramentas e práticas de acessibilidade; proporcionar um espaço onde os utilizadores possam apresentar conteúdos; e promover outros projectos de acessibilidade digital.

No site podem ser consultados artigos sobre acessibilidade e inclusão digital e sobre tecnologias de apoio, bem como as actualidades na área da acessibilidade da Web ou o arquivo de notícias com informação. Através da área reservada a utilizadores é permitido o acesso à plataforma online ComAcesso, um espaço ainda em desenvolvimento que visa a criação de recursos acessíveis.

O projecto corrobora com a perspectiva de que todas as pessoas possam ter o direito de aceder à Web, comunicar, armazenar e desenvolver informações, independentemente da sua condição social, capacidade física ou sensorial.
É importante que se incentive às práticas de acessibilidade, através da sensibilização do maior número de cidadãos.

Os fundadores do projecto, Ricardo Monteiro e Norberto Sousa, estão conscientes que o terceiro objectivo principal do projecto: Promover práticas de acessibilidade na Web, requer um trabalho árduo, mas acreditam que com a consciencialização para a problemática da inacessibilidade digital, que se tem vindo a verificar nos últimos anos, e com a legislação já existente para os sites dos organismos públicos, o objectivo poderá ser alcançado a médio prazo. Um dos próximos passos para fomentar o cumprimento das regras de acessibilidade do W3C seria legislar também para os sites privados. Contudo, o recurso à legislação poderia ser evitado, se as empresas se conciencializassem que a acessibilidade Web beneficia todos os utilizadores e não só pessoas com necessidades especiais. Em todo o caso, mesmo que assim fosse, este público representa um grupo considerável de consumidores que não têm acesso à informação disponibilizada por essas empresas.

Apesar de ainda se encontrar em desenvolvimento, através do sítio www.comacesso.org poderá conhecer melhor o projecto e estar a par de todas as novidades. 

Equipa COMACESSO