Está aqui

blog do Diego Corrêa - blog de diego corrêa

Atendente do hospital de São Lourenço/MG supera deficiência visual e obtêm aprovação no exame da OAB

por diego corrêa

Atendente do Hospital de São Lourenço/MG supera deficiência visual e obtém aprovação no exame da OAB

Cristiano Siqueira
da Redação do São Lourenço Jornal
imagem/impressora
Imprimir

Créditos da Foto: HFCCSL Após muito empenho e dedicação aos estudos, o jovem DIEGO MARTINS CORREA (23 anos), funcionário do setor de Comunicação/Ouvidoria
do Hospital São Lourenço e que possui deficiência visual (integral), concretizou um grande sonho: ser APROVADO NO RIGOROSO EXAME DA ORDEM DOS ADVOGADOS
DO BRASIL (OAB), realizado em Varginha. A notícia foi confirmada hoje (31), quando foram divulgados os resultados da segunda e última fase do Exame (ocorrida
no dia 6 deste mês).

Radiante de alegria, Diego (acadêmico do último período de Direito na Faculdade de São Lourenço) era só sorrisos na tarde da última quinta-feira, quando
chegou para trabalhar no Hospital. Muito comemorado pelos colegas que o encontravam, o atendente cumprimentava todos com a simpatia de sempre. “Ele estava
ansioso para confirmar o resultado e só ficou tranquilo quando ouviu o nome na lista de aprovados”, conta a mãe de Diego, Eliane Martins Corrêa.

Sempre assíduo e pontual ao trabalho no Hospital, Diego realiza, por telefone, pesquisas de pós-atendimento com pacientes/acompanhantes. O funcionário
sincroniza as ligações com um programa de voz, que “lê” as telas do computador e narra o conteúdo para ele, acessado por um fone de ouvido. “Poder colaborar
para que uma instituição de saúde melhore seus serviços, a cada dia, não tem preço”, afirma. Para o coordenador de Comunicação/Ouvidoria, Marcos Querino,
o operador de telemarketing atua de forma exemplar. “Ele tem muita competência e dedicação ao trabalho”, explica.

Apesar de ter perdido inteiramente a visão logo após o nascimento, Diego sempre contou com total apoio familiar e dos amigos. “As dificuldades foram muitas,
mas graças a Deus superamos juntos. Quando ele era criança, alguém chegou ao cúmulo de me sugerir que ficássemos em casa, cedendo às limitações da deficiência.
Mas nunca fraquejamos e, a cada dia, vejo o quanto vale a pena querer o melhor para meu filho”, exclama, orgulhosa, a mãe Eliane. Agora, Diego pensa em
advogar e prestar concursos. “O importante é sempre estar em atividade e buscar meus objetivos, passo a passo”, conclui.
Fonte: HFCCSL/ Marcos Querino

Comentários

Parabéns, Diego!

Agora toca a exercer. Boa sorte...

Desejo que realize os seus sonhos... e que lolo, logo, saiam do papel...

Abraço

Caro amigo Diego,

Mtos parabéns, mais uma vitória conseguida ! loool
A vida é feita de pequenas votórias, e de algumas derrotas !
Mas quem é vencedor, nunca baixa os braços, apesar de ter sido derrotado, esforça-se por victoriar, vai à luta ... !

Grande Abraço